domingo, 30 de setembro de 2007

Apenas ler


Pegar num livro que nunca tenha lido, abri-lo,

ver palavras e mais palavras, pequenas ou grandes imagens e...

A partir daí, sonhar, ver o que a nossa imaginação quiser,

criar o que o nosso coração desejar.


Já alguém sentiu um arrepio ao ler um livro?

E vontade de chorar, ou rir, ou simplesmente suspirar?


É isso que faz um livro ser tão especial,

nosso amigo...

1 comentário:

Ana Patudos disse...

Amiga, os livros são como o ar que respiramos: fazem-nos falta.
bjo
AP