quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Feliz Ano Novo

Imagens Para Orkut


Orkut Graphics

Que 2008 seja um ano de transformação,
para alguns de afirmação,
para outros de reflexão.
Que este ano não seja apenas mais um,
seja um ano de bondade e de felicidade.
Que as pessoas deixem de festejar o natal apenas no natal ,
Que as pessoas deixem de fingir ser o que não são.

Que a hipócrisia encontre um fim,
(Por favor deixem de ser hipócritas!)
A maldade, a falsidade acabe de vez.

Seria muito mais fácil viver num mundo justo,
num mundo de gente real, autêntica, verdadeira,
Que não deixasse de ser o que é
apenas porque queria ser maior,
porque queria prevalecer...

Seria um ano maravilhoso,
um mundo espantoso,
sem mentira.

sábado, 22 de dezembro de 2007

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Neste natal


Neste Natal,

as minhas prendas irão ser recheadas de ternura,

cobertas com carinho,

oferecidas com amor.

Não quero perfumes, nem roupa

nem bens valiosos.

Melhor do que isso

é conseguir oferecer paz, comida e carinho

a todos o que o ano inteiro

choram, gritam, sofrem...

Mas acima de tudo,

neste natal,

o meu maior presente será

conseguir transportar para os outros dias do ano

os momentos de solidariedade que se vivem nestes dias,

às vezes de uma forma tão artificial.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

O QUE ACONTECERIA SE:


O QUE ACONTECERIA SE:

Todos os cidadãos do país passassem a fazer algo útil / produtivo.
Todos que pudessem, fossem voluntários a alguma actividade de interesse
comunitário.
Cada cidadão ajudasse os necessitados, no âmbito de suas possibilidades.
Cada cidadão tivesse a postura de contribuir de alguma forma para resolver os problemas críticos do país.
Conseguíssemos resgatar os valores básicos de solidariedade, cooperação, honestidade... no país como um todo.

Não podemos esperar que os tempos modifiquem para que sejamos arrebatados pelas mudanças.
Nós somos a mudança, nós somos o futuro.


(Desconhecido)

sábado, 1 de dezembro de 2007

1 de Dezembro (Feriado Nacional)


Dia 1 de Dezembro é Feriado Nacional.

Fico surpreendida por ver que nas televisões nacionais não se fala sobre este dia nem sequer consta que existam comemorações significantes em relação a este dia.


Fico triste porque é uma parte da nossa história que se vai apagando, porque as pessoas estão mais preocupadas com o consumismo desmedido que se tornou o Natal.

Mas para aqueles que não sabem e gostariam até de saber um pouco deste feriado aqui fica:


1 de Dezembro de 1640 - Restauração da Independência


No dia 1º de Dezembro assinala-se a restauração da Independência de Portugal. Falecido o cardeal-rei D. Henrique, em 1580, sem ter designado um sucessor, Filipe II de Espanha, neto do rei português D. Manuel I. Invadiu Portugal e submeteu-o a 60 anos de domínio. Foram três os reis espanhóis que governaram Portugal entre 1580 e 1640 – Filipe I, Filipe II e Filipe III. A capital do Império passou a ser Madrid e Portugal foi governado como uma Província espanhola. Como é natural, os portugueses viviam descontentes e compreendiam que só uma revolução bem organizada lhes poderia trazer a libertação. Assim, no dia 1 de Dezembro de 1640, um grupo de 40 fidalgos dirigiu-se ao Paço da Ribeira onde estavam a Duquesa de Mântua, regente de Portugal, e o seu Secretário, Miguel de Vasconcelos. A Duquesa foi presa e o Secretário morto. Foi assim que Portugal recuperou a sua independência, sendo D. João IV, Duque de Bragança, aclamado rei, com o cognome de "O Restaurador".

Opinião

Existe as 1001 noites e existe os 1001 textos que tenho para ler no curso que frequento.
De facto torna-se cansativo esta longa caminhada, embora feita com gosto.
Mas por vezes sou surpreendida com frases que me marcam e com as quais partilho da mesma opinião. Aqui deixo uma para que possamos reflectir:
"(...) maravilhados porque desceram das árvores, perderam o rabo, copulam de frente e, mais do que tudo, porque falam, os homo-sapiens se perderam no horizonte crepuscular de uma existência prosaica demais. Demasiadamente humanos, precisam de reencontrar-se com a natureza diluírem-se nela, para que seja possível exercitar a parcimônia diante de apetites vorazes e incontrolados."
Bom fim de semana