sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Outono



Sobre o chão, as folhas deslizam pálidas
secas, sem vida.
As pessoas correm sobre elas num vai e vem arrepiante.
A tarde adormece e a noite surge por entre neblina húmida.
Sente-se o frio do tempo e o calor do movimento.
O silêncio nasce por detrás dos ruídos urbanos
onde os animais procuram o seu refúgio e algumas pessoas
o aconchego do lar.

É noite... é Outono.

1 comentário:

João Norte disse...

O Outono é muito bonito.
Os castanhos, as mil cores em que a Natureza se transforma numa despedida.